Uma poesia nada poética

Tenho saudades da varanda com pés de rosa
Dos vira latas latindo quando a gente batia na porta
Das crianças correndo pela rua brincando de esconde – esconde
Do vizinho reclamando das boladas no telhado
De acordar cedo só porque era feriado junino

Hoje não vejo mais graça nisso
Os brinquedos perderam a sua alma
As ruas estão calçadas ou asfaltadas
Os campos que eu soltava pipa estão cheios de casas
Bom, os cachorros ainda estão lá, mas não latem mais tanto assim
E os vizinhos que eu tinha medo
Alguns se foram e outros nem lembram mais de mim

A saudade evapora ao despertar
Devaneios e desejos emergem a superfície
A van guarda acha a realidade um porre
Mas vive deprimida dentro de casa

Ganhar dinheiro nunca foi tão fácil na internet
Mas lá fora tem gente vendendo balinha e outros pedindo esmola
Os analfabetos de hoje não dão mais conselhos mas sabem postar fakenews
Na contramão da modernidade a gente se desdobra em ter e se enrola em ser
Para cada época um cheiro, um tempero que demorou de dissolver
Que o sabor alguns esqueceram
Mas está preso na garganta e nas memorias dos heróis que apagaram da historia

Tenho saudades dos jornais impressos do tempo que eu só sabia ler
Dava risada das charges só para descobrir hoje
Que ria da minha própria ignorância
Porém aprende a ver poesia a onde ninguém via
A escrever sobre papeis borrados e corações manchados

A usar a arte como uma válvula de escape
A me ver como uma engrenagem do tempo
A saber das miudezas e sutilezas dos dias duros
Que de longe nada poético, mas nem por isso
Deixei a arte sair de mim.

4 comentários em “Uma poesia nada poética

  1. “Ganhar dinheiro nunca foi tão fácil na internet”. Petder tb. Rsrs
    Falando sério, eu vivi esse tempo. Outro dia conversava com meu filho sobre esse tempo e o presente evoluído q vivemos. Ele disse q era nostalgia o q ru sentia, mas q na verdade não era melhor q hj. Na verdade, ganhamos distância dos problemas q haviam naquela época. E isso, faz a falsa sensações de q naquele tempo era melhor.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Sim. Obrigado pela iluminação das palavras. A gente tem essa falsa sensação realmente Silvana. Por isso eu tentei colocar ali na estrofe do jornal esse contraponto. Sempre haverão novos e velhos problemas 😬

      Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para Edsilva Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s