Quando Chove no Quintal

Flores mortasPele quenteOlhares vivosVestígios de chuvaFrio de montanha Corredeiras coloridas de uma manhã nubladaPensamentos nostálgicos pintados no muro Os pássaros cantam e seu bater de asasSopram ventos de liberdade de quem sente o espirito livre Gotinhas de chuva temperam as manhãs E seu cheiro de terra molhada adentra as moradas De desejos e devaneios de… Continuar lendo Quando Chove no Quintal

De Passagem

Condensação verticalRebento obliquo de um brilhoExilio elementarCores escorregadias da saudade Sublimação sentimentalAlmas forrageiras da terraVanguarda primitivaRudezas acolhedoras do inverno Vaporização poligonalDesejos efêmeros da vidaInspiração levitacionalGotícula primordial solitária Liquefação humanaPartícula cósmica passageiraBrevidade orgânicaFolhas secas de outono