A Sós

Não cabe a mim te inventar Te desfragmentar Criar Rabiscos de você A música que nós estávamos dançando Hoje só toca em minhas memorias O perfume tem cheiro de roupa suja As flores murcharam, mas as pétalas estão salvas Nos livros que escrevi sobre a gente A bicicleta não vai mais aos bosques A senhora… Continuar lendo A Sós

Quando Chove no Quintal

Flores mortasPele quenteOlhares vivosVestígios de chuvaFrio de montanha Corredeiras coloridas de uma manhã nubladaPensamentos nostálgicos pintados no muro Os pássaros cantam e seu bater de asasSopram ventos de liberdade de quem sente o espirito livre Gotinhas de chuva temperam as manhãs E seu cheiro de terra molhada adentra as moradas De desejos e devaneios de… Continuar lendo Quando Chove no Quintal