Quando Chove no Quintal

Flores mortasPele quenteOlhares vivosVestígios de chuvaFrio de montanha Corredeiras coloridas de uma manhã nubladaPensamentos nostálgicos pintados no muro Os pássaros cantam e seu bater de asasSopram ventos de liberdade de quem sente o espirito livre Gotinhas de chuva temperam as manhãs E seu cheiro de terra molhada adentra as moradas De desejos e devaneios de… Continuar lendo Quando Chove no Quintal

Coisas inusitadas que aconteceram comigo que nem Freud explica

Estava fazendo uma viagem sozinho para o Peru e tinha passado mal no avião a ponto de pensar que morreria sentado numa poltrona, tanto que me colocaram na classe executiva, depois de mais de 7 horas de voo, cheguei já pensando em voltar para casa e meio confuso devido a altitude também entre os corredores… Continuar lendo Coisas inusitadas que aconteceram comigo que nem Freud explica

Uma breve reflexão sobre o café sem açúcar

Eu quero palavras para expressar o que sinto Às vezes emerge a necessidade de dizer o que não sou E meu vocabulário sentimental degenera isso de mim Eu já cair no vazio várias vezes e é como se afogar num lago etéreo Só que poluído como muitos rios e lagos que vemos por aí A… Continuar lendo Uma breve reflexão sobre o café sem açúcar