Um lugar que nem todo viajante sabe chegar

Ponta de areia – Itaparica -Ba

Andando por aí eu descobrir que viajar é bom e não é apenas porque descobrimos novos lugares, quebramos as rotinas ou pelo simples prazer de ver as paisagens através de uma janela. Sem mencionar que pudemos muitas vezes viajar sem sair de casa, mas não é desse tipo de viajem que estou falando. A que trago aqui é aquela que que nos tira do conforto de nossa casa e nos leva ao mundo das conexões, onde criamos pontos de intersecção entre lugares e pessoas, nos faz entender que ao mesmo tempo que não estamos sozinhos existem pessoas que pensam totalmente diferente da gente e mesmo assim as coisas fluem entre os acasos e coincidências, as sintonias e os ruídos. E não muito difícil de acontecer os choques de identidade que um pouco de compreensão e entendimento funcionam como um bom chá para acalmar as diferenças.

E o conhecimento e a sabedoria que a viajem nos traz ainda não encontrei experiência igual em nenhuma enciclopédia e ferramentas de procura da web. A gente pode até ver um vídeo ou ler um relato de vivencia, mas está lá é ter a pele tocada por aquela atmosfera, sentir que as coisas se repetem e o tempo passa junto, mas a cada dia há uma sensação diferente de puder enxergar com todos os olhos do corpo e saborear com o coração, que as vezes, o coração bate forte com o medo passageiro do diferente e também de forma rítmica quando o bem-vindo chega primeiro. A vida é semeadura e colheita, e compreender que o trajeto dessa viagem na maioria das vezes foge ao nosso controle é entender que a vida está longe de ser como gostaríamos que fosse.

A vida por se só é uma grande viagem, porem existem aqueles que não lembram que estão apenas de passagem, existem aqueles endurecidos pela vida, preso pela sua própria existência que esquecem de saborear os bons e más momentos da sua vida em busca de uma solidez material que parece um pouco contraditório, pois nem os maiores impérios conseguiram sustentar. Uma certa vez li num artigo que bastaria cinco mil anos sem a presença humana para cidades inteiras como SP e NY, se transformarem novamente em grandes floretas nativas, tudo bem que para gente é muita coisa, mas para a natureza comparando conosco, não chega ser nem uma ida ao parque da cidade esse espaço de tempo.

Somos o presente mas temos o passado para nos ajudar a seguir em frente. Seja lá qual for a sua viagem a chegada é um mero ponto de referência porque a caminhada não para, a estrada é continua de lugares áridos e abundantes, mas tudo isso é relativo. Alguns vão pedir parada primeiro que você e outros nem vão saber para onde estão indo e isso não importa muito, tudo bem também. Porque viajar nem sempre é ter os dois pés no chão, com chapéu na cabeça e solzão. Viajar também é lembrar que as vezes temos que parar e servir de veículo para outro alguém ainda que as adversidades da vida não seja tão conveniente assim. No final não existe final e sim aprendizagem.

10 comentários em “Um lugar que nem todo viajante sabe chegar

  1. What a wonderful view, Edsilva! The two photos are impressive and so amazing, each in their own way. The black and white photo is something very special – the subject, the perspective and the mood are so wonderful. I love it!
    Edsilva, I wish you and your loved ones a wonderful year 2022 full of little joys, bright moments of happiness and above all, of course, good health. 💕😊
    Greetings from the beautiful Rhine-Highlands / Germany…
    Rosie

    Curtido por 1 pessoa

    1. I get happy very much for the your comment. Thank you for the visit and know that people as you to do all difference to i keep my write in my blog.
      I wish to you an new year of achievement, travel, tasting and mainly health. 🙏🏿🥂🧡🍃🤗

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s